terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Nova Prova de Proficiência em Língua Japonesa - 新日本語能力試験

Pessoal, neste último dia 05 (domingo), eu estava em Londrina para fazer pela primeira vez a NOVA Prova de Proficiência em Língua Japonesa, que foi realizada pela primeira vez em todos os países que comumente a realizam. Mas essa já foi a segunda vez da prova, porque em julho a prova estreou apenas no Japão e em outros países próximos ali com grande número de inscritos.

  Grandes primos queridos e Tia Odete que me receberam tão bem em Londrina (faltam o Paulo e o Osvaldo), e a Lorene me acompanhou pra lá!

Primeiramente, o melhor de tudo é que sou muito bem recebido em Londrina pelos meus primos sempre que vou fazer essa prova! Então eu vou feliz, com a barriga cheia e animado. Um beijo pra eles!
Nesta vez, como era a primeira vez que eu ia fazer a prova nova e por eu estar enferrujado no japonês, resolvi fazer o nível N2, em cujo equivalente eu já tenho certificado, mas para ser uma prova mais "light" e pegar o jeitão, porque o nível 1 eu estou sempre raspando, ainda falta melhorar um pouco o nível, por isso ia ser muito difícil eu passar, embora eu já tenha passado uma vez nos tempos áureos de Japão.



Enfim, a prova foi realizada pela primeira vez na PUC de Londrina, é muito bonito lá, parece a PUC de Curitiba só que com um prédio só, hehehe... era mais longe e eu saí mais cedo.
A prova transcorreu normalmente em Londrina, para os 5 níveis (que na prova antiga eram somente 4), teve 421 inscritos, sendo a maioria no nível 5 (iniciantes). O nível 2 que eu fiz tinha o menor número de inscritos (43 pessoas).

Como sempre, tinha gente do norte do Paraná inteiro, ônibus de toda a região, e um pessoal de Tupã, Bauru, interior de S. Paulo ali mais perto do PR do que da capital. Pela primeira vez eu senti um pouquinho de desorganização porque a pessoa que deixava voltar para o local de prova depois do intervalo não estava informada direito dos horários que cada nível podia subir, e impôs regras diferentes do pedido da professora aplicadora, fazendo com que os que desceram pro intervalo chegassem atropelados (não literalmente heheh)

Bem, depois de umas poucas 4000 linhas de impressão sobre o dia da prova, uma breve opinião sobre as mudanças do nível 2:

- A prova de gramática - interpretação de texto - vocabulário - kanji foi unificada. Isto é, uma prova que era dividida em duas partes se tornou um caderno de 30 e poucas páginas com 75 questões, para serem resolvidas em 105 minutos. Parece mais cansativo? Pois não é, na verdade minha opinião é que é uma maravilha, porque quando a prova de interpretação de texto e gramática era separada das outras, o tempo para ela era muito curto! Principalmente pra quem não é nativo e tem menos experiência de japonês, é praticamente impossível cumprir a prova sem ter que chutar algumas questões. Pois bem, desta vez eu consegui ler, pensar e resolver a prova inteira, e o tempo deu certinho! Claro que devo ter errado um monte de coisa, mas pelo menos eu fiz tudo pensando no que estava fazendo.

- Uma novidade nesta prova também é um tipo de exercício em que eles põem 4 lacunas e cada lacuna é um pedaço da frase. A tarefa é colocar essas lacunas em ordem, e marcar a alternativa que corresponde à posição da lacuna indicada. Algo assim. É meio chatinho e exige raciocínio, explora mais a experiência do que a teoria, mas é um bom teste, um real teste do japonês.

- Prova auditiva - foi totalmente reformulada! Ela é o segundo bloco do teste, tendo 45 minutos para o nível 2, depois de um intervalo de mais ou menos 30 minutos. Ficou muito mais (aparentemente) complicada! Mas na verdade ficou muito mais efetiva na hora de testar. As figurinhas que eram um saco e tinham antes nas opções das questões se tornaram frases, isso eu gostei pq eu sempre me estrepava nessas questões. E os diálogos que não têm figuras ficaram mais longos, mas mais suaves, menos pegadinhas. Dá pra ir anotando e interpretar tranquilo. Eu gostei de um exercício que tem diálogo, pra você marcar a opção que completa ou que responde à frase dita. Tipo: "Você chegou atrasado!"... daí as opções de resposta são: "Obrigado pelo presente", "Desculpe, vou me cuidar na próxima vez", "Tanaka-san escutou errado e colocou o mapa na geladeira". Qual a opção certa? A segunda, né? Mas as outras são engraçadas, por isso eu gostei dessa questão. Adoro conversas sem sentido! hehehe

Falow!

Nenhum comentário:

Postar um comentário