quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Salmiakki

Chegou!

Pessoal, dia 12 de outubro eu aparentes estava sem fazer nada e encontrei um site de produtos finlandeses para estrangeiros, o SUOMIKAUPPA.FI. O site inteirinho em finlandês, mas depois de muito me bater encontrei o link que levava para a versão (incompleta) em inglês. Muito interessante, esse site. Como há finlandeses espalhados pelo mundo, você paga por cartão de crédito e obtém maravilhosos itens da Finlândia a preços módicos.

Pois bem, uns dias antes eu vi em um programa japonês uma reportagem sobre o tal do SALMIAKKI. Um confeito doce? salgado? com gosto de asfalto? ou cocô? que é famosíssimo na Escandinávia, mas considerado pelo resto do mundo o doce mais horrível que existe.
Bateu a curiosidade, meu cartão de crédito começou a piscar e eu encontrei um kit de Salmiakki com frete grátis. Que excelente combinação! Fiz o pedido, mas a porcaria demorou dois meses para chegar.

Mas........... chegou!

Pedi um Kit com 6 balas PANTTERI, que são balas com Salmiakki, e 2 chocolates com recheio de Salmiakki, tudo ficou em torno de 18 euros, uma bagatela a julgar pela peculiaridade do objetivo: provar (e fazer os outros provarem) a bala mais horrível do mundo ,e talvez o chocolate mais horrível do mundo também.


Por que que o salmiakki é tão ruim? Na verdade ele é composto por sal amoníaco, cloreto de amônio, que tem uma função medicinal e tem um gosto horrível. É feito de amônia, porra. hauhauha
Mas sabe, eu provei, e na primeira realmente é meio estranho, mas depois eu até que gostei! Nenhuma das pessoas que provaram até agora conseguiram terminar a balinha, só um colega de laboratório... e eu estava rouco, é incrível o efeito dessa bala como pastilha para refrescar e acalmar a garganta!

Próximo pedido? Outras variedades do delicioso salmiakki.

Links para você conferir:

- Propaganda do Salmiakki (Pantteri) na Finlândia - muito legal!

- Vídeo do programa japonês de entretenimento com o pessoal provando salmiakki (em japonês com legenda em finlandês)

Nenhum comentário:

Postar um comentário